“Onde foi que eu errei”: um case de #bad design em elevador

Inspirado por esse vídeo aqui, compartilho aqui uma experiência de interface de elevador que fazem qualquer pai designer se perguntar: onde foi que eu errei?

Anos e anos de experiências sedimentadas no sobe e desce dos andares, e o homem questiona:

  • A ordem dos botões deve representar a estrutura física de um prédio (isto é, o 7o. em cima e o resto abaixo), ou o contrário?
  • Como faço: melhor separar tudo, num lugar os botões, noutro os andares selecionados (6o.) e noutro o andar em que estou (1o.)? ou melhor não mexer no time que está ganhando (pense num elevador padrão)?

20130813-135407.jpg

Isto tudo traz questões como:

  • Sob que condições o design desse painel foi produzido? Quanto tempo havia? Houve algum tipo de pressão sobre quem o projetou?
  • Vale a pena questionar tudo em nome da inovação? Existem coisas que já foram projetadas e atingiram um nível de evolução até se tornarem “imexíveis”?

1 Comment +

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s