#Bad design: numa loja virtual, perguntar o desnecessário, na hora errada

Às vezes dá vontade de perguntar “por que Deus, por quê?” pra algumas coisas da forma como elas foram feitas. Como trabalho com design, posto algumas dessas coisas aqui pra fins didáticos e de utilidade pública (não é pra espezinhar ninguém).

Vamos ao caso: você está no meio de uma compra, num site que vende ingressos. Para dar o clima, o site tem pequenas coisas que te dão um pouco de insegurança, mas não o suficiente pra desistir.

Eis que, logo após de inserir os dados do cartão, que é a parte mais delicada, ao invés de receber uma confirmação, você é levado a uma tela com algumas perguntinhas:

SiteVendaIngresso

  1. Se moro numa rua? Que diferença isso faz, AGORA?
  2. O Estado do meu CPF? Advinha?!
  3. O bairro mais familiar? Aparecida do Leste costuma ser uma bairro bem familiar.
  4. Idade? 24! (ui)
  5. Ilza Fedex? É a tua mãe, porra!!

[Update 26/08/2013]: Meu colega de trabalho Robson alerta pra outr situação no mínimo ambigua, agora numa loja de produtos de tudo que é tipo. Você paga o boleto mas mesmo assim ele aparece como  “Não aprovado”.
mensagem marota
Ele me comentou que sabe exatamente o tempo que o boleto fica com esse status: 2 ou três dias. Perguntas: 1) não seria melhor usar um termo que não bote a responsa no usuário, uma vez que ele já pagou a conta? 2) eu posso estar negligenciando algo, mas… tem como um boleto ser ou não ser aprovado (como acontece com o cartão de crédito)? se esse é o caso, caberia uma esclarecimento, no meu ver.

2 Comments +

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s