4 livros empilhados

4 livros sobre Design, Filosofia e Psicologia que você NÃO tem que ler (mesmo assim, eu recomendo)

Vale lembrar que você não tem que ler nenhum desses livros de que vou falar. Digo isso porque, se disser o contrário, você pode se ofender ou se chatear, assim como a gente se chateia em um momento da vida (colégio, vestibular, vida profissional…) com as leituras obrigatórias.

Não, você não tem que ler.

Uma coisa é certa: os livros a seguir mudaram minha vida. Também não quero que tome isso de forma cerimoniosa. Eles mudaram minha vida, e isso não é um fato banal, mas qual livro não muda, se lido integralmente? Isto é, algum livro é capaz de tirar algo de nós, ao invés de acrescentar? Na pior das hipóteses, um empate, que não é um mal resultado.

1. Gestão Estratégica do Design: Como um ótimo design fará as pessoas amarem sua empresa

Das Buch ist auf dem Tisch 2

A photo posted by Thiago Esser (@thiagoesser) on

O título contém uma promessa e o livro é recheado de cases de sucesso famosos. Se você lê nas entrelinhas, já sabe o que isso quer dizer: Apple. Mas o livro não fica na puxação de saco. Ele destrincha o que é que essa e outras empresas fizeram pra serem lembradas: cuidar do relacionamento com seus clientes/usuários de forma ampla, prestando atenção aos múltiplos pontos de contato entre o seu serviço e eles. É a tal da experiência, explicada de uma forma bem plausível.

2. Uma breve história da Filosofia

Das Buch ist auf dem Tisch 1

A photo posted by Thiago Esser (@thiagoesser) on

Já pensou que a Filosofia pode ser uma forma de auto-ajuda? Só que diferente da auto-ajuda dos livros que você encontra numa das seções da livraria. Ela é ajuda porque nos dá subsídio pra responder ou formular melhor as questões que passam a todo mundo, de alguma forma: “qual o sentido da vida?”, “isso é sonho ou é real?”, “somos livres ou controlados por uma força maior?”etc. E é auto por que, mesmo com ajuda, no fim das contas é conosco, temos que pensar por conta própria.

 3. Comunicação não-violenta

Das Buch ist auf dem Tisch 3

A photo posted by Thiago Esser (@thiagoesser) on

Esse é daqueles livros pra você digerir — e aplicar os conhecimentos que ele traz — ao longo de uma vida inteira. Isso porque ele vai fundo na questão da empatia,  que é um conceito fácil de entender mas dificílimo de praticar (alguém me mostre o contrário, por favor). O livro traz algumas constatações simplesmente radicais: ninguém muda ou ensina nada a ninguém; com culpa ou a contragosto, aquilo que fizermos volta ali adiante em forma de violência (verbal ou física); por trás de xingamentos e de interpretações da conduta alheia, está alguma necessidade emocional nossa não atendida. A comunicação não-violenta propõe uma forma de lidar com isso tudo.

4. Change by Design

Das buch ist auf dem Tisch 4

A photo posted by Thiago Esser (@thiagoesser) on

Se você é ligado ao Design ou ouve seguido a palavra inovação no seu trabalho, já deve ter ouvido falar em Design Thinking. Talvez esteja de saco cheio de ouvir essas duas palavras juntas, ou ache o máximo (só para ilustrar, veja o que alguns pensam). O livro é dedicado inteiramente a esse conceito, e vale a pena dedicar esse tempo a entendê-lo, nem que seja pra dizer: “mas eu sempre fiz isso”/”já faço há tempo!”.

[Foto do cabeçalho do post: hutterhacks]

Deixe uma resposta +

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s